Eleições municipais do Brasil adiadas pelo coronavírus? Nova data

Eleições municipais do Brasil adiadas pelo coronavírus? Nova data

O Brasil adiou as eleições municipais deste ano em cerca de um mês, enquanto o país luta para controlar a pandemia do coronavírus.

A câmara baixa do Congresso do país aprovou na quarta-feira uma emenda constitucional para adiar a primeira rodada da eleição, inicialmente prevista para outubro, para Nov. 15. A votação terá lugar no dia 29 de novembro. A proposta, que já havia sido aprovada pelo Senado, está pronta para ser assinada em lei pelo presidente do Congresso, Davi Alcolumbre, na quinta-feira.

A extensão dá ao Brasil algum tempo extra para se preparar para um evento que será logisticamente desafiador em um país duramente atingido pela pandemia. O número de casos confirmados é de 1,4 milhões, o maior do mundo depois dos EUA, de acordo com dados coletados pela Universidade Johns Hopkins e Bloomberg News. As fatalidades já ultrapassaram 60.000 pessoas.

Um novo atraso teria sido praticamente impossível, porque um artigo chave da Constituição Brasileira estipula que os prefeitos eleitos devem assumir o poder no dia 1º de Janeiro.

Enquanto as questões locais são tipicamente predominantes na votação municipal, esta eleição está prevista para ser o primeiro grande teste eleitoral para aliados do Presidente Jair Bolsonaro, à medida que ele se aproxima do meio ponto de seu mandato de quatro anos. Uma questão iminente é se seus associados ainda podem se beneficiar de surfar nas políticas populistas de extrema direita de Bolsonaro depois que a popularidade do Presidente perdeu força e o país enfrenta uma grave crise econômica e de saúde.

 

Related posts

Leave a Comment